Este blogue foi criado no âmbito da disciplina de Português 10º ano e tem como principal intuito conhecer e dar a conhecer a história, vida e obras de Camilo Castelo Branco. Será um espaço actualizado regularmente.

07
Jun 09

Nicholas Sparks

 

 

 

 

VS

 

 

 

Camilo Castelo Branco

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     

 

fonte:http://media-2.web.britannica.com/eb-media/11/44111-004-8091E0FD.jpg

fonte:http://bermudaonion.files.wordpress.com/2008/10/nicholas-sparks.jpg

publicado por Cristiana Silva às 16:50

 

Camilo Castelo Branco, como se sabe, não é um escritor actual. Aliás é um importante escritor do passado. A verdade é que desde Camilo já foram descobertos outros grandes génios da literatura. Na nossa opinião, um grande escritor bastante actual tem o nome de Nicholas Sparks. E dele já lemos algumas obras. E por isso decidimos tentar perceber quais as diferenças entre um e outro de forma a mostrar que não é possível compara-los de forma directa, pois pertencem a épocas diferentes. No entanto, a sua comparação permitírtir-nos-á perceber de que forma houve evolução da escrita desde o tempo de Camilo até aos dias de hoje.

 

 

 

 

 

 

Uma das diferenças que salta mais à vista é o facto de serem escritores que utilizam um tipo de linguagem diferente, o que deriva certamente do facto de pertencerem a diferentes épocas históricas. Camilo utiliza um vocabulário característico da época em que viveu, sendo um vocabulário recheado de arcaísmos e de expressões bastante antigas. Por outro lado, Nicholas utiliza um vocabulário bastante acessível e actual sendo por isso as leituras dos seus livros mais fáceis do que as de Camilo.

Outro aspecto diferente entre estes dois escritores é a forma de desenlace da acção. No que diz respeito a Camilo, os livros são normalmente muito pormenorizados e têm um desenvolvimento um pouco mais lento. Enquanto com os romances de Nicholas, a acção se desenvolve rapidamente suscitando a atenção do leitor. Outro facto interessante é o desfecho das histórias. Com Camilo o final é completamente fechado, os leitores percebem exactamente o final das histórias, pelo contrário nos livros de Nicholas o final não é completamente desvendado, sendo que há espaço para o leitor imaginar o final um pouco à sua maneira.

Mas, apesar de todas estas diferenças, estes dois grandes génios da literatura têm aspectos em comum, sendo um deles a temática dos seus livros. Tanto um como outro escolhem para tema principal das suas obras o amor, e a verdade é que não são os únicos. Outro aspecto em comum é o facto de nos seus romances, mais ou menos a meio do desenlace acontecer algo bastante trágico que muda a ordem de toda a história. Isto é um fenómeno também observável nos livros destes escritores.

A verdade é que existem bastantes aspectos em que estes dois actores se afastam e outros nos quais coincidem, mas a verdade é que esta comparação serve apenas para mostrar uma espécie de evolução, pois no fundo é uma comparação impossível devido aos fragmentos históricos aos quais pertencem cada um destes dois grandes escritores.

 

 

publicado por Cristiana Silva às 16:49

 

Um dos livros mais famosos de Camilo Castelo Branco, tem como título “Amor de Perdição” e foi um livro muito bem sucedido, tendo sido publicado em várias edições.
Foca-se numa história de amor bastante problemática. Mas a verdade é que existem outros temas abordados na obra que passam despercebidos. Um deles é o conflito entre famílias diferentes, normalmente possuidoras de grandes bens.
Na época à qual Camilo pertenceu, o conflito entre famílias era uma constante, e a prova disso é o facto de este ser o problema que dificulta o grande amor de Simão e Teresa. Como as suas famílias estão de costas voltadas os jovens vêem-se impedidos de celebrar o seu amor, sendo por isso um amor escondido e até considerado proibido.
Outro assunto que acaba por ser um pouco retratado neste livro é a relação de pais e filhos.
Antigamente os pais, forçavam as filhas a casarem-se com quem lhes era mais favorável, ignorando os desejos e a felicidade destas. Isto também aconteceu na obra, no que toca a Teresa, a amada de Simão, que era constantemente forçada a aceitar a decisão de seu pai.
Por outro lado, o livro mostra-nos o lado carinhoso das mães, pois no caso de Simão, a sua mãe era sempre bastante compreensiva no que toca aos seus comportamentos ditos errados, enquanto o seu pai não era capaz de o ajudar, mesmo nos momentos mais desesperantes para o filho.
Penso que estes aspectos são ofuscados pelo tema principal do livro, o que é natural, mas são importantes pois ajudam a compreender o ambiente ao qual Camilo pertence e mostram-nos que este o influenciava na sua escrita.
A verdade é que esta obra por referir variados assuntos se torna bastante rica, e ainda mais interessante para quem se interessa por este tipo de assuntos. Podemos ver este livro como uma espécie de janela para o passado, não só em relação a problemas, mas também quanto a ideias e beleza, por exemplo. Ao longo do livro são feitas referências a mulheres bonitas que posteriormente são descritas. E através dessa descrição é nos possível perceber que os ideais de beleza também mudaram ao longo dos tempos. É um livro que retrata muito mais do que uma história de amor.
De uma forma geral é um bom livro, mas a sua leitura é um pouco difícil devido À linguagem utilizada. Como não é propriamente uma linguagem actual existem certas partes do livro que são bastante difíceis de entender. No entanto, a qualidade da história compensa esse pequeno contratempo.
Ainda a apontar acerca do livro é o facto do final. Apenas após uma leitura do livro é possível compreender a simbologia do seu titulo. O amor de Simão e Teresa foi de tal forma mal visto que acabou por conduzir à morte dos dois. É um final que nos remete para a força do amor, pois a morte de Teresa conduziu à de Simão. A verdade é que apesar do trágico final o livro tem o dom de nos fazer sonhar com o verdadeiro amor…
 
 
 
 
 
publicado por Cristiana Silva às 16:24

 

“A bruxa de Monte Córdova” não é uma obra fácil de ler mas tem uma bonita história de amor. Confesso que ao primeiro desanimei um pouco e pousei o livro durante algum tempo porque foi um dos primeiros que li de Camilo e nas primeiras paginas não entendia bem o que queriam dizer algumas palavras ou certas expressões e achei a obra bastante descritiva mas depois de começar a entender e me concentrar na leitura gostei muito da historia do livro. Trata de uma aldeia onde havia uma jovem muito bonita chamada Angélica. Esta jovem, apesar de estar prometida a um tio muito rico, tinha uma relação secreta com Tomás de Aquino que foi obrigado a exercer o sacerdócio. Não o esquecendo a jovem visitava-o todos os dias na igreja sendo mais tarde proibida de o fazer por causa dos comentários maldosos das velhas beatas. Isto revoltou profundamente frei Tomás, passados tempos e não aguentando mais toda a pressão e controle por parte dos seus superiores Tomás consegue fugir do “seminário” e alista - se no exército não podendo contar com a ajuda da família que se mostrava completamente envergonhada com a sua atitude. Passados tempos Tomás volta da guerra e encontra Angélica que para não se casar tinha ido para o convento, recebe por ela a noticia do assassinato do seu pai e da morte da sua mãe.
Ainda apaixonados e já não tendo nada a perder Tomás e Angélica vão viver juntos e têm um filho continuando o amado de Angélica na vida militar. Entretanto Tomás morre na guerra e Angélica sem possibilidades para criar o seu filho volta a trabalhar no convento e deixa o menino ao encargo de frei Jacinto recusando - se a vê-lo até este atingir a maioridade e procurá-la antes de ir para o Brasil. Angélica transforma – se numa pessoa completamente irreconhecível e vagueia pela sua terra dando – se como “ a Penitente “ para assim saber novidades de toda a família descobrindo que seu filho está bem casado no Brasil e que sua sobrinha, filha de seu irmão se vê também na mesma situação em que ela se encontrou um dia, obrigada a casar com um burguês rico.
Como ninguém a conhecia e ela tinha um aspecto fraco e não tinha casa ficou conhecida nas redondezas como “bruxa”.
Muito mais tarde acaba por reencontrar o seu filho morrendo assim nos seus braços lembrando o seu amor Tomás, ficando esta conhecida sempre como “A Bruxa de Monte Córdova”. apesar de ser uma história bastante interessante, ficou aquém das minhas expectativas...
 
 
         
publicado por Cristiana Silva às 16:09

 

 
Às vezes é frequente vermos nomes demasiado estranhos associados a personagens importantes da literatura. Por vezes, os nomes com os quais assinam certos trabalhos não correspondem aos seus nomes legais. Pois bem, também Camilo tinha vários nomes fictícios com os quais assinava algumas obras sendo eles:
 
  • O Cronista
  • Fouché
  • Ninguém
  • Saragoçano
  • Anastácio das Lombrigas
  • Carolina da Veiga Castelo Branco
  • Anacleto dos Coentros
  • A Voz da Verdade
  • Visconde de Qualquer Coisa
  • O Antigo Juiz das Almas de Campanhã
  • José Mendes Enxúdio
  • D. Rosária dos Cogumelos
  • João Júnior
  • Manuel Coco
  • Modesto
  • Felizardo
  • Egresso Bernardo de Brito Júnior
  • Arqui-Zero
 

fonte: http://www.citi.pt/cultura/literatura/romance/c_castelo_branco/pseudo_cam.html

publicado por Cristiana Silva às 12:38

06
Mar 09

 

 

fonte: http://s92.photobucket.com/albums/l39/capaspdl/?action=view&current=MariaMoises.jpg

MariaMoises.jpg picture by capaspdlÉ a história de um jovem pastor que vê a filha do patrão suicidar-se de modo misterioso. Então revelam-se os motivos: A jovem suicida está apaixonada e tem um caso com um jovem militar.

Quando a jovem engravida passa a ser escondida dentro de casa. Quando o namorado lhe anuncia que vai fugir, ela dá a luz e carrega a criança. Quando a criança cai no rio, ela atira-se para salvá-la e acaba por morrer.

A segunda parte começa com uma menina sendo encontrada rio abaixo da cidade onde Josefa morreu por um caseiro. A criança é nomeada Maria Moisés. Ela cresce e passa a cuidar de jovens. No começo são dois, mas o número logo cresce. Com o tempo Maria vai empobrecendo por causa de sua caridade.

Quando pai de Josefa regressa à cidade, ele começa a montar as peças do quebra-cabeças da morte de sua amada que nunca esqueceu. Vai descobrindo a história de Maria e do seu estado financeiro. Ele dirige-se então à quinta que Maria hipotecara, e paga a Maria mais do que as dívidas revelando então ser seu pai.

 

 

Este resumo despertou o nosso interesse para a sua leitura. Achamos muito interessante especialmente a parte inicial onde a jovem se suicida e também a parte em que esta se atira ao rio para salvar a filha. A avaliar pelas outras obras de Camilo esta deve ser igualmente boa.

 

 

 

 

 

 

publicado por Cristiana Silva às 23:03

 

 

     fonte: http://www.skoob.com.br/img/livros/2055/AMOR_DE_SALVACAO_1231175410P.jpg

 

 

Tal como não podia deixar de ser, “Amor de Salvação” é uma história de amor entre duas personagens, Teodora e Afonso.

Inicialmente Afonso e Teodora tinham sido prometidos por suas mães que sempre foram grandes amigas. No entanto, este casamento acabou por não se realizar visto que para sair do convento onde se encontrava Teodora casou com outro homem. Este casamento aconteceu quando Afonso se ausentou dois anos para estudar. Quando voltou e se deparou com a situação pediu a sua mãe para sair de Portugal para tentar esquecer o sucedido. No entanto, não conseguiu acabando por escrever a Teodora. O que é certo é que a carta não foi recebida por Teodora, mas sim por seu marido que como não sabia ler teve de pedir auxílio, acabando por ficar sem saber de que se tratava a carta.
Como não obteve resposta Afonso foi ao encontro da sua amada e estes fugiram juntos quando apanhados pelo marido desta.
Afonso acaba por deixar a sua mãe para viver o grande e tórrido amor com Teodora, mas quando é informado sobre a morte de sua mãe algo muda dentro de si. Teodora tenta ajudá-lo, mas as suas palavras de consolo em vez de ajudá-lo passam a incomodá-lo. Sofre sozinho afastando-se de tudo e todos.
                Mais tarde é alertado por um criado sobre o facto de Teodora e um amigo que vivia juntamente com eles poderem andar a trai-lo e então toma uma atitude expulsando o amigo de sua casa.
                Posto isto, Afonso decide retirar-se por alguns dias e quando regressa a casa descobre que Teodora o deixou levando consigo alguns valores. Isto entristece ainda mais a personagem que pensa em suicídio, sendo esta ideia afastada devido ao apoio do seu criado. Cada vez com mais vícios e mais dívidas Afonso parte para Paris em procura de um grande amor que o console.
                Em Paris recebe a notícia da morte de seu tio (personagem muito querida por ele) e neste momento é-lhe proposto pelo padre que lhe dera a notícia de seu tio que se case com sua prima Mafalda que nutre um grande amor por ele. Os dois acabam por se casar e têm oito filhos vivendo um feliz casamento…
               
 
 
 
Este livro retrata no fundo uma história infeliz de amor que no fim é “salva” pelo aparecimento de um amor calmo que traz novamente a felicidade tirada pelo primeiro amor.
Pensamos que sem dúvida este livro é uma boa escolha para leitores que gostem de um bom romance. Mais uma vez Camilo surpreende-nos até ao fim sendo que o final é bastante diferente do que se prevê inicialmente. Camilo revela mais uma vez a sua criatividade e vocação para as artes escritas.
publicado por Cristiana Silva às 22:59

              

 

     fontehttp://www.escala.com.br/revista/L-CGOB01b.gif     

 

Este livro do grande autor Camilo Castelo Branco, conta a história de amor entre dois jovens que pertencem a famílias inimigas desde há muitos anos.
                O início do livro conta a história de duas personagens que se apaixonaram e casaram, tendo, passado alguns anos, filhos, um dos seus filhos denomina-se Simão e será uma das duas personagens principais deste romance.
                A segunda personagem principal é Teresa, filha de Tadeu inimigo de Domingos Botelho (pai de Simão).
O amor entre as duas personagens é algo bastante forte, no entanto é um amor secreto que vai sendo alimentado por conversas à janela e encontros às escondidas. E tudo corre bem, o amor deles vai crescendo até que um dia tudo se complica e são apanhados em flagrante pelo pai de Simão, que fica enfurecido. Mas apesar deste incidente a relação permanece inabalável continuando os amados a comunicar por cartas, devido à partida de Simão para Coimbra. Entretanto o pai de Teresa, Tadeu, anuncia o noivado da filha com um seu primo que após esta o rejeitar procura saber o porquê.
Um dia quando Simão e Teresa se encontram às escondidas enquanto estava ser dada uma festa na casa de Teresa, na tentativa de fazer com que esta esquecesse Simão, o primo rejeitado descobre-os ameaçando Simão que se controla pelo bem da relação.
Entretanto Simão vai passando dias em cada de um ferrador que tivera sido salvo pelo pai deste e que por isso sentia um grande carinho por Simão, mas no entanto este ferrador tinha no seu passado trabalhado para o primo de Teresa com quem esta deveria supostamente ter casado. E também sentia para com ele um grande compromisso ficando em grande dilema quando este lhe pede que mate Simão.
                Numa tentativa de ir ver Teresa, Simão e os seus acompanhantes cometem assassinatos que permanecem sem ser desvendados, mas no entanto nesse embate Simão sai ferido, ficando em casa do ferrador, sendo cuidado por uma jovem, Mariana que nutre um grande amor por ele.
Entretanto numa das visitas a Teresa, que mais tarde se muda para o convento de Viseu com o intuito de mais tarde se mudar para o convento do Porto, Simão mete-se em problemas indo para a prisão, sendo-lhe recusada toda e qualquer ajuda por parte de seu pai. Entretanto sai a sentença de Simão que ordena que este seja condenado à forca. Mesmo com esta noticia seu pai recusa-se a ajuda-lo sendo por isso “encostado à parede”. Assim Domingos age em auxílio do filho conseguindo que a sua pena de morte seja trocada passando assim este a ser deportado para a Índia durante dez anos.
Enquanto isso, Teresa continua no convento do Porto. Para onde Simão também vai. Assim os dois jovens apaixonados ficam na mesma cidade. Mas não por muito tempo. Pois Simão tem de cumprir a sua pena no estrangeiro. No dia em que parte para a Índia, a sua amada morre, ficando Simão doente com a notícia acabando por morrer onze dias depois. Mariana que o acompanhava na viagem atira-se do barco assim que Simão morre, sendo este o final do livro.
 
 
Na minha opinião este livro é uma belíssima história de amor, com imensos desenvolvimentos inesperados que captam todo a nossa atenção. Na verdade Camilo tem o dom de nos surpreender em cada página de cada livro sem excepção. A sua obra deve ser um orgulho para todos nós Portugueses. Na verdade agora compreendo toda a fama deste livro. A sua história é realmente fascinante. E aconselho vivamente à sua leitura, pois eu tenciono fazê-lo…
 
 

 

publicado por Cristiana Silva às 22:46

                                                                                                                                  

 
É verdade que Camilo Castelo Branco foi um grande escritor da sua época e tem uma panóplia de obras e algumas delas bastante conhecidas, sendo que das mais conhecidas talvez seja a tão famosa obra intitulada por “Amor de Perdição”. No entanto o que muitas pessoas talvez não saibam é que existe uma obra oposta ao “Amor de Perdição” que tem o título “Amor de Salvação”. O objectivo desta divulgação de obras de Camilo é realmente dar a conhecer algumas obras menos faladas de Camilo e mostrar que podem ser verdadeiramente interessantes levantando um bocadinho o véu acerca de algumas delas.
Numa fase inicial serão dadas a conhecer 3 obras de Camilo através de pequenos resumos, mais tarde serão dadas opiniões pessoais sobre estes e posteriormente serão analisadas em termos de história e relação com a vida pessoal do autor.
 
 
 

 

publicado por Cristiana Silva às 22:32

03
Dez 08

 

publicado por Cristiana Silva às 20:13

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2009

2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO